Como criar um ritual de Lua Nova

Imagem @cosmiccollage

Imagem @cosmiccollage

INSPIRAÇÃO

Como Criar um Ritual de Lua Nova

Hoje é Lua Nova e parece que tudo muda. Lembro-me de ser pequena e, de cada vez que o tempo mudava drasticamente, a minha Avó dizer que era da mudança da Lua. Nunca liguei muito até começar a prestar mais atenção às fases da vida, do céu e do ambiente que nos rodeia.

Se a Lua pode causar tanta mudança no oceano, que é a força que é... Imagine só em nós! Que somos feitas de água!

Eu comecei a ficar mais sensível a esta ligação quando comecei a tentar conectar mais o meu humor e a minha energia às fases da Lua. Em vez de me concentrar na Lua e sentir o efeito placebo, fiz o contrário. Se me estiver a sentir muito alterada, olho para o calendário da Lua e, vezes sem conta, há uma relação! Por exemplo, os ciclos menstruais regem-se pela Lua.

Eu sinto-me mais em harmonia com os elementos e comigo própria quando me apoio nas fases da Lua e compreendo que cada uma tem a sua função. Associo novos começos à Lua Nova. A Lua Cheia tem mais a ver com reconhecer e abrir mão de coisas que já não nos servem.

 A Lua Nova é uma altura maravilhosa para plantar sementes. Para criar intenções, começar um novo trabalho, criar mudanças na nossa vida.

Aqui vai um pouco do que pode fazer:

COMO CRIAR UM RITUAL DE LUA NOVA

  1. Saiba as fases da Lua.  

    Essencial saber quando a Lua Nova vai acontecer. Há muitos calendários de Lua por aí este é o que eu uso e tem “alertas” para avisar quando a próxima começa.

  2. Perceba o que a Lua significa para si!

    Para mim, é uma altura de renovação, mudanças e crescimento. Uma altura de escrever intenções e delinear novos desafios. Eu gosto de escrever tudo num papel (ou, se preferir, num diário). Dobro-o e coloco-o guardado num local especial (normalmente por baixo de um parto que contém cristais). Quando chegar a Lua Cheia, volto a olhar para o papel e para os desafios, e vejo até que ponto os alcancei, se há alguns que já não fazem sentido... É uma espécie de retrospetiva da nossa vida. Por isso gosto de criar este ritual. Com estes tempos tão acelerados, podemo-nos esquecer de fazer uma análise à nossa vida e pode fazer toda a diferença.

  3. Crie um espaço sagrado.

    Ok, pode parecer esotérico, mas não há nada como limpar a energia de casa (e já agora a nossa também) - mal não vai fazer. Use Pau Santo para limpar a energia do seu espaço,  acenda umas velas ou simplesmente abra a janela para deixar o ar puro entrar. Sente-se e pense no que quer alcançar.

  4. Relaxe.

    Faça uma bebida relaxante - aqueça 2 chávenas de leite de amêndoa, junte 1 colher de chá bem cheia de CALMA, junte 1 colher de chá de ghee ou óleo de coco. Bata no liquidificador até ficar bem misturado. Sirva na sua chávena preferida polvilhe com um pouco de noz moscada e beba. Ouça os barulhos que vêm lá de fora, depois comece a sentir o ritmo da sua respiração. Sinta os pensamentos do dia a começarem a desaparecer e a calma e paz de espírito a entrar. 

  5. Encontre abertura.

    Permita que receba mensagens do seu eu verdadeiro. Parece piroso, mas acredite que quando a mente acalma e deixa de estar focada nas milhares de coisas que aconteceram no seu dia ou que tem de fazer, há respostas que surgem do nada! Ideias que aparecem que de repente podem mudar a sua rota de uma maneira tão fácil e acessível! Aqui é onde a magia entra. Deixe-se levar.

  6. Crie Objetivos.

    Sabe aqueles desejos que faz no Ano Novo? Pois a Lua Nova é a altura para os fazer! Sonhe em grande, deixe fluir. Descreva em detalhe tudo o que deseja alcançar, tudo o que num dia próximo quer que se torne realidade.

  7. Sonhos em realidade. 

    À medida que a Lua Nova aumenta, permita que os seus sonhos e intenções continuem a desabrochar. Para isso, comece a trabalhar neles, a fazer por eles um pouco todos os dias. Faça o melhor que conseguir e tudo há de fluir. Pequenos passos levam-nos bem longe, se todos os dias nos dedicarmos um pouco aos nossos sonhos.