PROTEÍNA VEGETAL: as minhas dicas

INSPIRAÇÃO

COMO CONSEGUIR TUDO O QUE PRECISA

NUMA DIETA À BASE DE PLANTAS

Nos últimos tempos, tem-se falado imenso de proteína, com muita confusão à mistura… De repente, parece que a proteína é a coisa mais importante na alimentação, quando nunca se deve ver um elemento de forma isolada, mas sim em todo o conjunto. Depois, há o mito de que é impossível atingir as necessidades de proteína numa dieta de base vegetal, o que não é verdade - basta sabermos onde a encontrar. E é por isso que hoje vou dar algumas ideias. Se sente que está a cair numa rotina aborrecida de alimentação, fique comigo e leia.

Tal como a gordura e os hidratos de carbono, as proteínas são um macronutriente essencial à nossa vida. E obviamente que nenhuma de nós tem as mesmas necessidades, porque isso varia conforme o nosso peso ou atividade física. A proteína tem um papel essencial na construção e proteção dos músculos, na manutenção celular e na regulação das funções corporais (sistema hormonal e imunitário, por exemplo). E é, claro, uma grande fonte de energia e saciedade.

A proteína é composta por 20 aminoácidos, 11 dos quais o nosso corpo produz naturalmente e 9 dos quais apenas conseguimos obter através da alimentação. A questão aqui é que as fontes de proteína animal contêm todos os aminoácidos necessários, enquanto que, numa alimentação à base de plantas, temos de fazer combinações para conseguir isso. Mas isto não é nada do outro mundo: é só variar e aliar cereais integrais a leguminosas, sementes, frutos secos, vegetais e MUITOS verdes de folha escura.

Há pessoas que não conseguem obter toda a proteína necessária através da alimentação, mas a maioria de nós consegue. Às vezes, também não temos tempo para preparar refeições com tanto cuidado ou temos de comer fora por motivos de força maior e o planeamento pode sair um bocadinho da linha. Por isso é que também criei as BLENDS proteicas, porque muitas vezes é conveniente ter uma mistura que seja rica em tudo, num só lugar - proteínas, verdes, adaptogénios e enzimas.

Diariamente, para além de pensar bem nas refeições, há pequenos “truques” para irmos ingerindo proteína ao longo do dia. Parece que é demasiado simples, mas acredite que faz toda a diferença. Sobretudo se não tem estômago para comer grandes pratadas às refeições, assim pode sempre ir assegurando algumas quantidades.

LOGO DE MANHÃ

É importante conhecer os potenciais de cada Proteína Vegetal . Todas estas proteínas contem 21gr de proteína vegetal bio-disponivel por dose. Uma mulher activa deve consumir por volta de 0.8gr por kilo do seu peso. Por isso já vai com um grande avanço! E o bom destas misturas proteicas é que não só tem a proteína vegetal como também contem plantas medicinais e superalimentos que a vão ajudar a chegar on de quer mais rapidamente.

Se está a precisar de mais energia esta é a proteina para si! Com plantas medicinais como a Maca raiz adaptogena com propriedades antioxidantes que ajuda no equilibrio hormonal e a elevar a energia. O Cordyceps cogumelo adaptogeno que eleva e mantém os níveis de energia enquanto apoia o sistema imunitário, e o Eleuthro raiz que eleva os níveis de energia e reduz a fadiga, enquanto ajuda a prevenir e reparar danos aos nervos.

Uma pele, cabelo e unhas mais fortes e saudáveis deve usar a Beleza Pura com Amla ajuda a reduzir a inflamação e os danos causados às células retardando o processo de envelhecimento. Açaí baga super antioxidante, ajuda a proteger contra danos causados às células e a elevar os níveis de energia e Schisandra apoia uma função saudável do fígado, reduzindo o stress e a inflamação.

Se o que procura é mais concentração, foco e destreza cerebral sem duvida nenhuma tome a CRIATIVIDADE com Matcha que melhora a atenção, memória e tempo de reação! Hericium cogumelo que é conhecido por proteger o cérebro e as funções neurológicas e Eleuthro raiz que eleva os niveis de energia e reduz a fadiga, enquanto ajuda a prevenir e reparar danos aos nervos.

A dose recomendada de cada uma destas proteínas para serem realmente eficazes ide 2 colheres de sobremesa.. por volta de 28gr. Pode misturar só com agua mas eu gosto mais de juntar leite vegetal, fruta e sempre uma gordura boa como manteiga de amêndoa ou abacate. Por cima, uso toppings ricos em proteína: sementes de cânhamo ou de abóbora principalmente, as minhas favoritas. 

Quando faço um batido ou uma smoothie bowl, uso a blend proteica que mais necessito nesse dia.

ALMOÇO

Para além de tentar combinar leguminosas com cereais integrais e verdes, às vezes dou uma ajuda extra: um molho de tahini ou de manteiga de amêndoa, como o desta receita, ou feito com cajus demolhados para ligar todos os elementos; umas sementes de sésamo ou nozes tostadas para dar mais vida a saladas; polvilhar o prato com levedura nutricional; há refeições super frescas e leves com boas doses de proteína, como estes raviolis de beterraba.

SNACKS

Ter sempre um hummus à mão, para poder comer com palitos de cenoura, é uma forma fácil de ingerir proteína entre refeições. Uma mousse de chia também é uma opção super saciante e cheia de proteína. Ou então umas bolinhas energéticas deliciosas e super ricas!

JANTAR
Mesmo para quem come algo muito leve, há sempre forma de garantir que a refeição é completa. Sopas enriquecidas com leguminosas - adoro uma boa sopa de lentilhas e caril - são das melhores opções para ter tudo num só lugar! Tenha sempre leguminosas à mão, mesmo no congelador, para dar mais corpo a estufados ou sopas.


 
ENERGIA Proteína Adaptogénica de Chocolate
Visualização Rápida
ENERGIA Proteína Adaptogénica de Chocolate
18.00
Quantidade:
Adicionar ao Carrinho
BELEZA PURA Proteína Adaptogénica de Frutos Vermelhos
Visualização Rápida
BELEZA PURA Proteína Adaptogénica de Frutos Vermelhos
18.00
Quantidade:
Adicionar ao Carrinho
 
CRIATIVIDADE Proteína Adaptogénica de Matcha
Visualização Rápida
CRIATIVIDADE Proteína Adaptogénica de Matcha
18.00
Quantidade:
Adicionar ao Carrinho