Energia & Dinheiro

Credits: Cosmopolitan

Credits: Cosmopolitan

INSPIRAÇÃO

MUDAR A MENTE E ALCANÇAR MAIS

Quando decidi escrever sobre feng shui, dinheiro e energias, não fazia ideia que tantas de vocês se iam interessar. Talvez seja porque, infelizmente, é daquelas coisas em que somos obrigadas a pensar se queremos sobreviver e fazer o que gostamos, por muito ingrato ou fútil que pareça. 

Na verdade, acredito que não precisamos de muito dinheiro. Precisamos do suficiente e de o gerir da melhor forma - e acho que é mesmo nessa gestão e na forma como trabalhamos o nosso potencial profissional que está o segredo! 


Pense no dinheiro como uma troca
Básico, mas faz sentido reflectir um bocadinho mais sobre isto, em ambos os sentidos. Estou a receber dinheiro suficiente em troca deste meu esforço? Ou ao contrário, vale a pena tanto esforço em troca deste dinheiro? Este pequeno pensamento pode ajudá-la a ver com maior clareza aquilo que pretende atingir ou se está a sentir o seu trabalho valorizado monetariamente. A mesma coisa para coisas nas quais investe: vale a pena gastar mais para comer melhor? Preciso mesmo de gastar dinheiro nesta peça de roupa? Esta reflexão e auto-conhecimento levam-nos a verdadeiras transformações.

Outra maneira de pensar nesta informação é que dinheiro é energia, e que flui de acordo com o que nós acreditamos (se associamos dinheiro com pessoas más, por exemplo) , como fomos formatadas a acreditar que o dinheiro chega a nós ( se calhar vem de uma familia que nunca a acho suficientemente inteligente para fazer muito dinheiro, que a única solução seria casar com um homem rico.. ou então que quem ganha muito dinheiro são os rico.. e por ai além) e a energia positiva com que fazemos o nosso trabalho (fazer algo realmente com paixão, um trabalho que ajuda a sermos melhores pessoas, ajuda o planeta) Se tivermos pensamentos negativos à volta do dinheiro, vai fazer com que ele se “afaste” de nós. Que tal fazer o inverso?! Pensar em alguém que tenha o estilo de vida que queremos.. que o faz de uma maneira que nós acreditemos que seja benéfica para todos (de uma maneira integra) e que essa pessoa sirva como uma especie de “mentora” para nós. Alguém que conseguimos apreciar e perceber que é possível!. Pode ser uma pessoa que segue nas redes sociais, ou alguém que já não está cá. Pode ler biografias dessa pessoa, integrar a historia de vida dela e ela que sirva de inspiração para a sua nova vida! Eu gosto de ouvir podcasts com as pessoas que admiro.. ler a historia da vida delas, segui-las nas redes sociais e perceber que também é possível para mim alcançar os meus sonhos! Pois muitas destas pessoas começaram do nada, cometeram erros durante o seu percurso mas mesmo assim vingaram! Algumas são novas, outras mais maduras.. o que interessa e nos sentirmos inspiradas! Com aquelas borboletas na barriga.

Estabeleça prioridades

“Abundance means more than having quantities of things; it means having things that fulfill you as well.”

Como disse acima, às vezes não nos falta dinheiro: não o gerimos é da melhor forma. Muitas vezes estamos em piloto automático e não paramos para pensar como e no que gastamos dinheiro. Tente perceber as diferentes dimensões da sua vida, as despesas fixas e as variáveis, e tome opções. Vale a pena andar tanto de carro e gastar tanto em combustível? Estou a gastar demasiado dinheiro em roupa que não preciso? Faz sentido pagar uma mensalidade num ginásio onde não gosto de ir? Posso investir mais em planos para me divertir, sozinha ou em família? Livre-se de coisas que a fazem gastar dinheiro em vão e invista no que realmente a faz feliz. Isto cria uma avalanche de coisas boas.

Este aspecto é muito importante! Neste processo de chegarmos onde queremos temos de manter o foco, não perder o objetivo que queremos alcançar. Muitas vezes há opções a tomar, e por mais que custe não fazer aquelas férias, ou ter aquela nova carteira ou o que for que a entusiasma.. ninguém vai morrer. Mais vale a pena conter custos e investir no que a vai realmente fazer feliz “in the long run” do que numa compra impulsiva. Muitas vezes é bom “unfollow” coisas e pessoas superficiais que a mantem em baixo e agarradas ás ultimas tendencias (daquelas que custam dinheiro e que passado uns meses já não servem).

Controle o dinheiro, não se deixe controlar por ele

“You are the best authority on how to live your life. You can create your own personal economic environment of prosperity. If you are willing to listen to and take action on your inner guidance, you will do well no matter what the economy around you is doing”.

Super importante (não só neste campo)! Fomos forçados a acreditar que temos de trabalhar dia e noite, que temos de ter um trabalho do qual não gostamos, que é difícil criarmos um negócio… Lembre-se que quem decide isso é você! Não somos todos iguais. Há pessoas que gostam de abdicar de umas coisas em prol do dinheiro, como o tempo que descansam ou se divertem, mas isso pode não ser o que a faz feliz a si. Há pessoas que conseguem chegar ao fim do mês “à rasca”, sem que isso lhes faça confusão, enquanto outras stressam sem umas poupanças. É você que tem de decidir isso. É você que controla o dinheiro e não o contrário. Só tem de estar confortável com aquilo que tem. 

Acredite

“If you cannot believe that something is possible, then you are not going to have it. But if you can have the smallest thought that it might be possible, you are already on your way to creating it”.

Às vezes, o dinheiro limita muitas das opções que tomamos e isso pode ser extremamente sufocante. Muitas vezes, dois passos atrás representam dois grandes passos à frente. Por exemplo, pode ser difícil no início abandonar um trabalho seguro para seguir um sonho, mas se é algo em que acredita verdadeiramente, por que não há-de tentar? Se não se mostrar confiante, de certeza que não vai atrair os resultados que quer e, consequentemente, viver daquilo que a faz feliz. Quando imaginamos algo é porque é possível. Se se consumir com o pensamento de que nunca vai conseguir, então pode ter a certeza que nunca irá acontecer. 


Agradeça

É bom definirmos novas metas para nós próprias, seja no campo monetário ou noutro. E, em qualquer um deles, deve mostrar-se agradecida pelo que já tem. Por muito dinheiro que lhe possa faltar para alguma coisa que precisa ou quer muito, penso em tudo aquilo que consegue ter e fazer com o dinheiro que já tem. Consegue ter uma casa, educar os seus filhos, alimentar-se bem e divertir-se? Agradeça e respeite isso profundamente. A partir daí, ao valorizar o que tem, a sua relação com o dinheiro melhorará de certeza. 

Quais são as vossas ideias e preocupações acerca deste tema? Estou curiosa para vos ouvir!

 
Rolo Facial de Ametista
Visualização Rápida
Rolo Facial de Ametista
34.00
Quantidade:
Adicionar ao Carrinho
ENERGIA Proteína Adaptogénica de Chocolate
Visualização Rápida
ENERGIA Proteína Adaptogénica de Chocolate
18.00
Quantidade:
Adicionar ao Carrinho
Gotas Detox
Visualização Rápida
Gotas Detox
22.00
Quantidade:
Adicionar ao Carrinho